a TARDE
top1

 

A tarde
dema


A tarde tem a cor da náusea
com pitadas verdes de alecrim.
Exala um sabor de riso amarelo
pós vômito de cólica renal.
O pensamento circula por labirintos cavernosos, 
em busca da expressão de liberdade e conforto. 
O sol segue escondido atrás de nuvens tenebrosas
e o amor verbaliza-se no canto triste dos pássaros. 
É, talvez, a ressaca presente da escolha funesta
a prensar a alma com arrependimento, 
tal se a vida tivesse sido abruptamente interrompida
na expulsão, por mãos próprias, 
do almejado e próximo futuro.
Que venha a noite e,
quem sabe, 
um novo amanhã!

Home

 

direitos autorais de demasilva