top1


Resultado de imagem para stop

Trono defecado


dema


Quem come quem nos bastidores,
na suruba político-partidária?
Vai saber!
No final, o povo chora dores retais,
de vez que os “surubentos” riem à custa dele.
No país do faz-de-conta,
mesmo à luz solar e de holofotes,
prevalece a escuridão, a incerteza.
Garantia única é a de que a maracutaia continua,
o engodo perpetua-se
e as classes menos favorecidas nele se embebedam,
ainda que a tira-gosto de pão com mortadela
ou coxinha amarela.
Amanhã, talvez nem pão.
O petróleo baixa de preço,
o combustível sobe;
se chove pouco, bandeira vermelha;
se a chuva aumenta, bandeira vermelha.
Já não sei se é o salário que encurta ou é o mês que cresce.
Menos arroz, menos feijão, mais água na panela.
A dívida se avoluma, a poupança zera:
pão com mortadela.
Desfaça a mala, que o dólar dispara!
O osso está ruço, mas tusso, rosno e não largo;
posto que borrado o trono, quero o cargo.
Deus tenha misericórdia de nós, ante tamanha sanha!
Quanta ignorância!
Impossível tolerância.
Que país podre!!!

 

 

direitos autorais de demasilva