Feitiço
dema


Ao me olhar, em ti penso,
parte de mim distante,
personagem do meu sonho,
torno-me inteiro, intenso,
figura de grilo falante,
nunca, porém, enfadonho.

Querendo-te, há muito, envelheço,
almas num só espaço,
além terra, horizonte, céu,
do paraíso, o começo,
atadas com ímpar laço,
ao fundo, estrelas por véu.

Não sei dizer se amor,
(o amor, o que será?)
ante unidade dos seres,
ausente qualquer temor,
ao certo, o eterno dirá:
fazem-se por merecer.

Antinômico tudo isso,
tal mecanismo perfeito
(jura-se ser teimosia)
carrega, contudo, um feitiço:
juntas, as peças, defeito,
separadas, harmonia.






convergencia


images da internet


divergencia


DIREITOS AUTORAIS DE DEMASILVA